22/07/2014

Estudos realizados nos Institutos Lactec para a Petrobras garantem a eficiência do combustível

Bancada de motores

Bancada de motores de grande porte nos Institutos Lactec. Infraestrutura foi inaugurada em 2013, resultado da parceria com a Petrobras

Por meio de um comunicado divulgado na última sexta-feira (18), a Petrobras informou que os testes com veículos que utilizam misturas de biodiesel no diesel de até 7% (B7) indicaram boa estabilidade no seu desempenho. As análises foram realizadas nos Institutos Lactec, localizados em Curitiba, no Paraná. A informação assegura a qualidade do combustível que será ofertado nos postos de combustível do país. A nova mistura obrigatória no diesel passa a ser de 5% para 6% de biodiesel a partir deste mês, e para 7% no dia 1º de novembro.

Com o acréscimo da mistura no diesel estima-se que a produção de biodiesel no país atinja 40% de aumento nos próximos meses. Segundo o Ministério de Minas e Energia, com essa mudança, 1,2 bilhão de litros de diesel deixarão de ser importados no ano.

Os Institutos Lactec estão ligados à Rede Temática de Desenvolvimento Veicular da Petrobras, sendo parceiros da companhia em pesquisas, incluindo ensaios de emissões de gasolina e diesel e com misturas de biodiesel.

No comunicado divulgado pela companhia, a Petrobras também informou que atingiu a marca de processamento de 105 mil metros cúbicos de diesel por dia em suas refinarias no Brasil.

Com informações da Agência Petrobras e Portal Brasil