01/07/2015

Entenda o porquê da saída das lâmpadas incandescentes de 60W do mercado

Se um equipamento possui uma grande potência e gasta pouco para fornecer essa energia, isso significa que ele possui uma boa eficiência energética. É por isso que, desde 1º de julho, lâmpadas que possuem de 41 a 60W de potência, mas que não atingem níveis satisfatórios dessa eficiência, precisaram ser retirados do mercado.

Essa é uma determinação de uma normativa que, desde 2012, retira gradualmente lâmpadas de baixa eficiência de circulação – elas não podem mais ser fabricadas e nem vendidas. A última faixa de retirada será em 2016, das lâmpadas abaixo de 40W.

Para entender sobre esse assunto e explicar sobre a eficiência energética de diferentes tipos de lâmpadas, confira as reportagens abaixo.

Canal: RPCTV
Programa: Bom Dia Paraná
Entrevistado: Gerente da Divisão de Fomento e Inovação dos Institutos Lactec, José Mário Moraes e Silva.

entrevista

Canal: TVE Paraná
Programa: É-Paraná
Entrevistado: Técnico do Laboratório de Luminotécnica dos Institutos Lactec, Guilherme Petters de Carvalho.

reportagem-eparana

O Laboratório de Luminotécnica dos Institutos Lactec  é especializado em testes de lâmpadas, incluindo a acreditação de alguns serviços pelo Inmetro e também a certificação do Selo Procel de economia de energia (clique aqui para saber mais).