17/07/2015

Desenvolvimento dos Institutos Lactec é um isolador polimérico modular que se apresenta como uma alternativa nacional ao modelo importado para linhas de 15 kV e 35 kV

isolador 1Como o Brasil possui uma extensa rede aérea de distribuição de energia elétrica, é crescente a demanda por tecnologias para atendimento das características ambientais de cada região do país. É por essa razão que a Coelba, do grupo Neoenergia, propôs aos Institutos Lactec e ao Senai da Bahia (Cimatec) o desenvolvimento de um produto nacional que otimizasse o atendimento da rede aérea de distribuição elétrica do litoral baiano, onde a degradação de componentes e equipamentos ocorre em maior velocidade devido a fatores como temperatura, índices de radiação ultravioleta e salinidade.

O desenvolvimento foi um protótipo de isolador modular – equipamento utilizado nos postes urbanos junto aos cabos de energia – como alternativa aos modelos importados que hoje são utilizados nas redes aéreas de distribuição de 15 kV e 35 kV. Foram quatro anos e meio de projeto até a produção dos protótipos que estão em teste na área de concessão da Coelba, nas cidades de Sauípe e Pituba. Nas avaliações de laboratório, o produto atendeu a todos os critérios elétricos, demandando apenas ajustes em parâmetros mecânicos do núcleo.

A principal inovação do isolador é sua característica modular, que permite que ele seja utilizado nas classes de tensão 15 kV e 35 kV, apenas com a variação de algumas peças. Com melhor resistência ao ambiente, o novo equipamento é mais leve, demanda pouca manutenção e está compatível aos valores de mercado para o produto.

O projeto, que leva o nome de “estudo e desenvolvimento de isolador polimérico modular para a rede de distribuição de energia elétrica” é responsável pelo depósito de duas patentes – desenho industrial e protótipo -, tendo ainda como resultados a formação de dois mestres em Engenharia de Materiais, a participação em quatro congressos com apresentação de artigo (19º CBCIMAT, 11º CBPol, 10º SBPMat e 12º CBPol), e a seleção pela Aneel para compor a sua revista de P&D, como um dos destaques do biênio.