25/05/2016

Pesquisadores falaram sobre projetos de P&D desenvolvidos para a usina

Aproximadamente cem pessoas acompanharam nesta terça-feira (24) um workshop sobre os quatro projetos de pesquisa & desenvolvimento (P&D) que os Institutos Lactec executam para a Usina Elétrica a Gás de Araucária (UEGA). Durante o evento, pesquisadores responsáveis por cada uma das linhas de pesquisa falou sobre o andamento dos trabalhos até agora.

“O objetivo era disseminar o conhecimento que está sendo produzido e mostrar o que está sendo feito para os envolvidos em todos os projetos, além de representantes de outras empresas, universitários e demais convidados”, explica o diretor técnico da UEGA, Flávio Chiesa. Para ele, a parceria entre as duas instituições, que vem desde 2009, tem sido bem sucedida.

O engenheiro eletricista dos Institutos Lactec Eduardo Massashi Yamao, responsável pela linha de pesquisa sobre dinâmica da combustão, explica que o objetivo geral dos projetos de P&D é melhorar a eficiência, a segurança operacional e a sustentabilidade ambiental da UEGA, além de buscar a redução do consumo do gás combustível e da água, os dois insumos mais caros na operação. “Cada um dos projetos ataca uma dessas frentes”, afirma.

Panoramica
Aproximadamente cem pessoas participaram do evento

Reunidos no workshop, os pesquisadores puderam compreender de maneira mais global o trabalho que é desenvolvido. “Muitas vezes ficamos muito focados no que estamos fazendo e não interagimos com as outras equipes”, explica o engenheiro mecânico Paulo Cristiano Moro, que trabalha em um projeto que utiliza técnicas de emissões acústicas para o monitoramento de componentes da usina. “É importante entender o trabalho dos outros também, até para ver se podemos ajudar.”

Para o engenheiro químico Thiago Carvalho de Mello, que estuda o uso de microalgas em fotobiorreatores para reduzir os índices de emissões de CO2 e NOx, eventos como esse podem servir também para que representantes de outras instituições tenham conhecimento do que os Institutos Lactec produzem. “Daqui podem surgir novas parcerias e projetos.”

O projeto que estuda formas de reúso de água na UEGA, por exemplo, deve contribuir para o avanço nos estudos sobre o tema no contexto nacional. “Há uma lacuna no Brasil em termos de regulamentação sobre o reúso industrial da água”, explica a engenheira química Alika Pires. “Enxergamos aí uma oportunidade de contribuir.”

“Mais do que cliente, a UEGA é uma grande parceira”, considera Luiz Fernando Vianna, diretor presidente dos Institutos Lactec. “Por investir de maneira estratégica os recursos que devem ser destinados à P&D, a UEGA reverte esse investimento em melhoria de processos, que acabam refletidos em benefícios para o consumidor final e para o meio ambiente.”

DSC08324

Pesquisadores dos Institutos Lactec responsáveis pelos projetos desenvolvidos para a UEGA