08/12/2017

Distinção foi concedida por trabalho apresentado no Congresso SAE Brasil 2017, em novembro

lactec-mundo-daemme-facebook

O pesquisador da Divisão de Emissões Veiculares Luiz Carlos Daemme é o vencedor do Prêmio SAE Brasil de Meio Ambiente 2017. A distinção, anunciada nesta quarta-feira (7) deve-se ao trabalho ‘Study of the energy efficiency and greenhouse emissions from motorcycles powered by electric and internal combustion engines’, apresentado em novembro no Congresso SAE Brasil 2017 e cujo autor principal é o pesquisador dos Institutos Lactec. A cerimônia de premiação será no dia 20 de fevereiro de 2018, em São Paulo.

O artigo apresenta um estudo sobre a eficiência energética e emissão de gases de efeito estufa em motociclos com motor a combustão e elétrico. No levantamento, foram usados motociclos a combustão com diferentes estágios tecnológicos e com diferentes teores de etanol.

Como conclusão, a pesquisa apresentou uma proposta para mensurar a eficiência energética e emissão de gases do efeito estufa em motociclos de diferentes modais, destacando as vantagens de uso de cada tecnologia.

Além de Daemme, são coautores o consultor dos Institutos Lactec Renato Penteado e os pesquisadores Marcelo Risso Errera, da UFPR; Sérgio M. Corrêa, da UERJ; e Paulo Smith Schneider, Bárbara Pacheco da Rocha e Bernardo dos Santos Piccoli, da UFRGS.

Embora o pesquisador dos Institutos Lactec seja o autor principal do trabalho, a apresentação foi feita por Corrêa.

O Congresso SAE Brasil aborda questões da engenharia da mobilidade e é o principal evento brasileiro da área. Três trabalhos são escolhidos para os prêmios principais: melhor paper nacional; melhor paper internacional; e o Prêmio SAE Brasil de Meio Ambiente. Os premiados, além de 10 menções honrosas, foram selecionados por um comitê técnico, dirigido por Gilberto Souza, engenheiro e professor da Escola Politécnica Universidade de São Paulo.