24/04/2018

O processo de certificação de lâmpadas LED está passando por mudanças!

Imagem-Linkedin

A portaria 167/2018, publicada pelo Inmetro e que complementa a portaria 144/2015, esclarece e complementa regras e procedimentos para avaliação de conformidade do produto.

O prazo para adequação dos processos de certificação em andamento é de oito meses e vai até 04 de dezembro de 2018

Confira os novos parâmetros:

 

  • Não é admitida a condução de processos de certificação de lâmpadas LED com base em protótipos;
  • Para efeitos de realização de ensaios para lâmpadas LED, não é admitida a coleta de amostras antes do início do processo de certificação, devendo a mesma ocorrer durante a auditoria inicial do processo produtivo;
  • Cada processo de certificação de lâmpadas LED deve ter a sua respectiva coleta de amostras, seu ensaio e respectivo relatório de ensaios, observando os critérios de formação de família, definidos na Portaria 144/2015, não sendo admitido o aproveitamento do mesmo relatório de ensaios para processos de certificação distintos;
  • A coleta das amostras deverá ser feita no comércio, obrigatoriamente em território nacional. O OCP deverá localizar produtos com data de fabricação posterior à data da concessão ou do último ensaio de manutenção. Deve-se, preferencialmente, coletar amostras de modelos, dentro da família, que não tenham sido submetidos a coletas anteriores, até que todos os modelos da família tenham sido ensaiados. 

acreditadoslumi

Fazemos ensaios de concessão e manutenção de registro de 1º, 2º e 3º ano. Também realizamos ensaios acreditados em luminárias públicas LED, lâmpadas vapor de sódio, lâmpadas fluorescentes compactas e reatores eletromagnéticos.

*Confira o escopo de acreditação

Para mais informações, entre em contato conosco!