Sistemas Elétricos e Eletrônicos (Eletrônica Embarcada)

O setor elétrico lida continuamente com mudanças em sua regulação de operação e no mercado. A pesquisa é imprescindível nesse cenário para tornar o uso da energia acessível a todos e contribuir para o barateamento das tarifas. Estes aspectos podem causar profundos impactos técnicos econômicos em todas as fases do setor, notadamente: a geração, comercialização, transmissão, distribuição e consumo de energia elétrica. Assim, tais desafios demandam o desenvolvimento de soluções inovadoras para o monitoramento, planejamento, operação, manutenção e gestão comercial do sistema de elétrico, de modo a aprimorar toda a cadeia, desde a geração até a distribuição.

É neste contexto que os Institutos Lactec contribuem continuamente na otimização dos processos internos e externos das empresas do setor elétrico por meio do desenvolvimento de novos métodos e equipamentos para aplicação no setor elétrico dentro dos projetos de P&D. Alguns exemplos disso são:

  • Planejamento da expansão e operação do sistema elétrico de potência;
  • Planejamento energético dos sistemas elétricos;
  • Modelagem computacional aplicado ao setor elétrico;
  • Estudo dos impactos da conexão das fontes alternativas de energia nos sistemas elétricos;
  • Análise do desempenho de novas tecnologias e sistemas de aterramento elétrico;
  • Desenvolvimento de modelos e técnicas para gerenciamento da qualidade de energia e estudos de compatibilidade eletromagnética;
  • Desenvolvimento, ensaios e estudos de elementos de proteção de sistemas elétricos;
  • Desenvolvimento de tecnologias para manutenção de redes elétricas;
  • Mapeamento e gerenciamento das perdas comerciais e técnicas;
  • Desenvolvimento de modelos, metodologias e ferramentas computacionais para gestão do mercado elétrico;
  • Desenvolvimento de sensores para baixa, média e alta tensão;
  • Desenvolvimento de dispositivos de medição e monitoramento contínuo do sistema elétrico;
  • Desenvolvimento de sistemas de telecomunicações para uso nestes sensores.

PROJETOS

Entre os projetos de P&D já desenvolvidos pelos pesquisadores dos Institutos Lactec estão:

  • Conector Especializado para Corte de Fornecimento a Clientes Conectados em Baixa Tensão;
  • Sensor Inteligente para Monitoramento de Linhas Aéreas de 13,8kV ~ 34,5kV;
  • Transformador com Medição Integrada;
  • Transformador Inteligente para Rede Elétrica de Média e Baixa Tensão;
  • Aferidor de campo para medidores de energia sem desconexão da carga;
  • Equipamento para análise de banco de capacitores de alta tensão;
  • Desenvolvimento experimental de controle modular para operação em paralelo de Aerogeradores Savonius e Painéis Fotovoltáicos com conexão à rede de 34,5 kV;
  • Sistema Automático de Gerenciamento da Proteção em Tempo Real;
  • Coletor solar para iluminação ambiente utilizando fibras ópticas plásticas;
  • Desenvolvimento de regulador de tensão de baixa tensão para o atendimento provisório de não conformidade dos níveis de tensão;
  • Avaliação do impacto econômico em consumidores industriais, causado por problemas da QEE – Copel;
  • Instalação piloto para avaliação dos níveis de sobretensão atmosférica no sistema da Copel Distribuição;
  • Metodologia para estimação do custo de interrupção sobre consumidores residenciais, comerciais e industriais – Copel;
  • Desenvolvimento de uma Metodologia Computacional para Cálculo dos Campos Elétricos e Magnéticos em Subestações da Copel;
  • Software de otimização multiobjetivo e multicritério de campo elétrico e campo magnético em projetos de linha de transmissão – Energisa;
  • Sistema Especialista para gestão de ativos de uma UTE – Petrobras;
  • Metodologia para o cálculo e gerenciamento de perdas em redes de Distribuição de Energia Elétrica (em andamento) – EDPI;
  • Aperfeiçoamento do processo de contratação da expansão do parque gerador (em andamento) – Copel e PSR;
  • Desenvolvimento de Sistema para Digitalização e Tratamento de Dados Limnigráficos dos Aproveitamentos da Cesp;
  • Redução da taxa de falhas de transformadores de distribuição de classe 15 kV e 36,2 kV na Coelba (em andamento).